Saiba a diferença entre Goji Berry e Cranberry

De uns tempos para cá, muito se tem ouvido falar a respeito das famosas “berries”, que prometem melhorias na saúde. E são muitas as berries. Hoje vamos falar especificamente de duas: a goji berry e a cranberry. Será que elas são a mesma coisa? Não, não são, e aqui você vai conhecer as diferenças e semelhanças entre elas e para que elas servem.

A goji berry é uma frutinha cultivada no Tibete, que fica na Ásia, e que faz muito bem para a saúde, já que possui aminoácidos, uma alta concentração de vitamina C, efeito antioxidante, que previne o envelhecimento, e efeito anti-inflamatório. A goji berry ajuda a emagrecer, desde que seja combinada à boa alimentação e exercícios físicos, além de ter um possível papel no combate ao câncer, à diabetes e à esclerose.

Veja também esse vídeo (em inglês) sobre a goji:

Agora Entenda a Cranberry

Já o cranberry vem da América do Norte, especificamente dos Estados Unidos, e é bastante usada: no combate às doenças do trato urinário, já que possui proantocianidina, que impede a proliferação de bactérias; na redução do colesterol; no estimulo à produção de colágeno e na prevenção de gastrite, úlcera, placa bacteriana e pedra nos rins. A frutinha possui vitamina A e D e, assim como a goji berry, vitamina C e tem efeito antioxidante.

Com relação ao emagrecimento, a cranberry também traz benefícios, já que é pouco calórica (100g da fruta é equivalente a 46 calorias) e produz sensação de saciedade, evitando que se fique comendo muito ou várias vezes. Há várias formas de se consumir a cranberry: suco, fruta seca ou comprimido.

A quantidade de consumo recomendada é de 200 ml por dia, no caso do suco, e duas vezes ao dia, no caso dos comprimidos. Entretanto, o indicado é sempre consultar um médico para saber se essa quantidade ou se mesmo o uso do cranberry é indicado para você. Importante dizer que a fruta pode causar problemas intestinais por causa da frutose. Além disso, o uso por diabéticos deve ser moderado, por isso, é bom reforçar: busque orientação médica.

Veja um vídeo explicativo sobre a fruta:

Referências e Mais informações

se você busca mais informações sobre cada uma das frutas, recomendamos que acesse os sites abaixo:

Cuide da saúde dos seus joelhos e evite lesões

Se você pudesse viajar até o futuro e voltar com alguns conselhos, certamente um deles seria: “cuide do seu joelho”. O joelho amortece todo movimento de grande impacto e, uma vez lesionado, dificilmente voltará a funcionar da mesma maneira. Por isso, listamos algumas dicas que podem ser úteis na prevenção de lesões nos joelhos e para a melhoria da saúde deles. Confira!

como-cuidar-do-joelho

Diagnóstico e prevenção

Independentemente da condição atual dos seus joelhos é sempre bom se prevenir. Faça exames preventivos! Primeiro, porque eles podem descobrir se você já tem alguma lesão. Depois, porque indicarão a probabilidade de uma lesão ocorrer, como é o caso do teste isocinético, que verifica o desequilíbrio muscular nos tornozelos, quadris e joelhos.

Ajuda profissional

Se você faz atividades físicas regularmente, procure orientação médica ou do educador físico, para que eles avaliem se seu corpo está preparado. Se for confirmada a possibilidade iminente de uma lesão, a atividade física só deverá ser feita sob orientação e supervisão de um profissional, com o intuito de fortalecer os músculos da região.

Evite atividades físicas inadequadas

Sabe aquela história de bater uma pelada uma vez por ano? Apesar de parecer saudável, na maioria das vezes, praticar esportes de alta intensidade sem regularidade pode ser perigoso, pois aumenta significativamente as chances de lesão. Quando não se tem o condicionamento físico ideal para praticar determinada atividade, é preciso ir com calma. Veja como malhar em casa.

Fortalecimento muscular

Durante os exercícios na academia, é importante montar um treino, junto com um instrutor ou um personal trainer, que vise o fortalecimento dos músculos da coxa e do quadril, pois, se bem feitos, quando fortalecidos auxiliarão o trabalho dos músculos dos joelhos e reduzirão o impacto sobre eles, minimizando o risco de problemas e lesões.

Uso de bons suplementos também ajuda a você ficar forte mais rápido também.

Escolha um calçado adequado

É muito importante escolher um calçado confortável e adequado para o seu corpo, seja para a prática de exercício físico ou para o dia a dia. Opte por tênis macios que tenham um sistema confiável de amortecimento, que poupará os joelhos de grande parte dos impactos. As mulheres devem evitar a utilização frequente de salto alto, que sobrecarrega os joelhos.

Vídeo: Confira as principais causas das dores no joelho

No vídeo abaixo do TV Aparecida, você vai encontrar as principais causas e também como tratar das temidas dores no joelho, confira:

Assista no youtube: https://www.youtube.com/watch?v=GgiiUBNCC2s